Cuidado com os falsos profetas



Nestes tempos de pandemia somos “forçados” a ficar em casa e acaba “sobrando” mais tempo para consumir informações. A todo tempo estamos sujeito a nos deparar com as famosas fake news até mesmo no campo religioso. Há oportunistas de plantão disseminando todo tipo de notícias sem fundamento que vão desde o “fim do mundo” até a acusação de um “deus” que envia o mal. Cuidado com os falsos profetas!


Um profeta não é apenas aquele que fala uma palavra referente ao futuro, mas essencialmente e num sentido mais amplo é aquele que fala em nome de Deus.



São quatro os elementos que constituem a profecia:


1) Revelação divina: Pela ação do Espírito Santo Deus revela os seus segredos ao profeta (Am 3, 7). Trata-se de um conhecimento que excede a razão humana e que é dado ao homem por obra do poder divino.


2) O entendimento das revelações: Às vezes, algumas coisas são divinamente reveladas a alguém, mas este não as compreende como foi o caso de Nabucodonosor (Dn 2, 31-35). Por isso se requer, em segundo lugar, o entendimento, conforme se diz em Daniel (10, 1): “Uma palavra foi revelada a Daniel e ele compreendeu a palavra.


3) O anúncio das revelações: É necessário que a pessoa que entende as coisas reveladas comunique (Is 21, 10).


4) Os sinais: Como as revelações estão acima da sensibilidade humana é comum que as pessoas n