Vocações bíblicas que nos inspiram: Josué

O chamado vocacional na vida de uma pessoa se dá em sua realidade concreta e encarnada. Deus chama a cada um de nós no cotidiano da vida e nos reenvia a esse mesmo lugar para vivermos nossa vocação através da vida compartilhada.


Arte: Luís Henrique Alves Pinto

Assim se deu com Josué, filho de Num, em um determinado momento da história do povo de Israel, enquanto atravessava o deserto rumo à terra prometida, depois da libertação do Egito. Nesse momento histórico concreto, Josué é convocado a dar um passo a mais na sua vocação à liderança: assumir a condução desse mesmo povo, após a morte de Moisés. Relatos bíblicos nos ajudam a afirmar que Josué era reconhecido como um líder corajoso e homem de fé. Foi o sucessor de Moisés na liderança do povo de Israel durante a conquista da terra prometida.


Desde jovem serviu como auxiliar de Moisés, e com ele, aprendeu a ser um bom líder e um adorador fiel a Deus. Aqui, o que de mais interessante gostaríamos de destacar é o fato de que Josué, mesmo já sendo reconhecido como um homem de Fé e líder exemplar, teve da parte de Deus uma cuidadosa confirmação da sua missão. Deus vai até ele e dirige-lhe palavras de força, confiança e fé. “Após a morte de Moisés, servo do Senhor, o Senhor disse a Josué, filho de num assistente de Moisés: meu servo Moisés morreu.


Vamos, agora! Passa o Jordão, tu e todo o povo, e entra na terra que dou aos filhos de Israel (....) Enquanto viveres, ninguém te poderá resistir; estarei contigo como estive com Moisés; não te deixarei nem te abandonarei. Sê firme e corajoso, porque tu hás de introduzir esse povo na posse da terra que jurei dar a seus pais. Tem ânimo e sê corajoso para cuidadosamente observares toda a lei que Moisés, meu servo te prescreveu Não te afastes dela nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas feliz em todas a suas empresas (...) Isto é uma ordem: sê firme e corajoso. Não te atemorizes, não tenhas medo, porque o Senhor está contigo em qualquer parte para onde fores”(Js1,1-9).


Nos dias de hoje, também nós precisamos estar atentos à postura desse Deus que continua a nos chamar na vida real e concreta, pedindo que sejamos firmes, fiéis e corajosos, pois, como Esteves com Moisés e com Josué, igualmente estará conosco!




Autor: Pe. Jean Fábio Santana, SJ